"Ao tomar conhecimento da morte de Mário Coluna, apresento as minhas sentidas condolências à Família enlutada.

Desportista de exceção, Mário Coluna capitaneou com brilho a Seleção Nacional no Campeonato do Mundo de Futebol de 1966. Foi dos primeiros atletas africanos a erguer a Taça dos Campeões Europeus e, mais tarde, destacar-se-ia como Presidente da Federação Moçambicana de Futebol.

O povo português lamenta a perda de uma das suas maiores referências desportivas, personalidade que será sempre recordada pelas suas qualidades de liderança e pela sua ambição de vitória.

Aníbal Cavaco Silva"

  • Partilhe