O Governo português decidiu suspender os voos para fora e de fora da União Europeia para qualquer aeroporto nacional, a partir das 24h00 do dia 19 de março e por um período de 30 dias, na sequência das decisões tomadas pelos Chefes de Estado ou de Governo da União Europeia, no Conselho Europeu extraordinário que se realizou ontem, para fazer face à pandemia do COVID-19.

Foram, no entanto, decididas duas excepções a esta suspensão: 

i) os voos para os países extracomunitários onde há forte presença de comunidades portuguesas, designadamente o Canadá, Estados Unidos da América, Venezuela e África do Sul; e 

ii) as ligações aéreas com todos os países de oficial língua portuguesa.

As ligações aéreas entre Portugal e Moçambique não serão, assim, abrangidas por esta decisão de suspensão de voos.

No entanto, os passageiros oriundos de Portugal deverão cumprir as orientações e recomendações das autoridades moçambicanas no sentido de minimizar os riscos de contágio por COVID-19, nomeadamente o respeito de uma quarentena domiciliária, por um período de 14 dias, à chegada a Moçambique.

No mesmo sentido, deverão ser cumpridas as orientações das autoridades portuguesas à chegada a Lisboa, no contexto das medidas excepcionais adoptadas pelo Governo para fazer face à pandemia.

Comunicado do Governo português: https://www.portugal.gov.pt/pt/gc22/comunicacao/noticia?i=voos-para-fora-e-de-fora-da-uniao-europeia-suspensos-a-partir-do-dia-19

  • Partilhe