Embaixada de Portugal em Moçambique

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Swamavoku - Feito à mão | 6 a 15 de dezembro | Camões – Centro Cultural Português em Maputo

CartazSwamavoku

De 6 a 15 de Dezembro, entre as 11h00 e as 18h00, o Camões – Centro Cultural Português em Maputo acolhe uma exposição de trabalhos têxteis do Projeto Swamavoku (feito à mão). Serão apresentados trabalhos de tecelagem, tapeçarias, camisetes estampadas à mão e batik, estando ainda prevista a demonstração de técnicas de tingimento e de estampagem.

 

O projeto Swamavoku (“feito à mão”) tem como objetivo promover o artesanato como veículo de auto emprego para mulheres e jovens, encorajando os mesmos no desenvolvimento de ideias criativas e na promoção de conhecimentos. Este projeto pretende, ainda, gerar oportunidades de emprego através do design têxtil. A capacitação de jovens no desenvolvimento de têxteis feitos à mão, seguida da colocação dos têxteis nos mercados de bens artesanais e reforço na geração de renda das comunidades, são linhas orientadoras deste projeto. Importa ainda realçar que os promotores deste projeto realizam um trabalho de formação regular junto de reclusos da Cadeia Central em técnicas de tingimento, pintura e estampagem de tecidos e camisetes e promovem aulas semanais gratuitas de tingimento para crianças. No âmbito do projeto Swamavoku, são também organizadas feiras de artesanato no espaço da Mozarte (centro de recurso juvenil).

A exposição “Feito à Mão” estará aberta ao público no sábado, dia 9 de dezembro, entre as 10h00 e as 15h00 e contará com a apresentação das técnicas das peças expostas pelos designers que participam nesta iniciativa.

Durante o período em que a exposição estará patente, haverá um programa de oficinas práticas abertas ao público, com entrada livre. Os dias 7, 9, 11 e 13 de dezembro serão dedicados à técnica da tecelagem, tapeçaria e reciclagem de plástico e capulana. Nos dias 8, 12 e 14 de dezembro, as oficinas serão de estampagem, tingimento e batik, nomeadamente com técnicas de estampagem com folhas, carimbos, tingimento sun light e tie dye e ainda técnica de trigo. As oficinas decorrerão no Camões – Centro Cultural Português em Maputo, entre as 14h00 e as 17h00, exceto no sábado dia 9 de dezembro, que serão entre as 10h00 e as 13h00.

Notas biográficas:

Tomás Melisse nasceu em Maputo. É designer têxtil, cenógrafo, figurinista, artista plástico e artesão. Concluiu o curso de têxteis na Escola Nacional de Artes Visuais (ENAV) em 1990.

Frequentou a Danhiko School, no Zimbabwe, em 1993, e a Pact Theatre, na África do Sul, em 1995. Participou em diversos workshops internacionais. Atualmente é consultor de artesanato na Mozarte e no centro juvenil da Manga na Beira, em Dondo e Nhamatanda. É monitor de design decorativo nas associações AVIMAS E MUCHEFA. Éprodutor de cenários e figurinos de jogos africanos e mascote [cojito].

Manuela Fache nasceu em Maputo. É designer têxtil em tecelagem e tapeçaria. Tem vindo a participar em ateliers e laboratórios de artes têxteis em formação, com técnicos brasileiros, na Mozarte, num projeto de formação de formadores para jovens com talentos, financiado pelo UNESCO.

Participou em várias exposições, dentro e fora do país.

 

Ivone Mahumana é artesã têxtil especializada em bordado e tapeçaria. Influenciada pelos seus pais, esteve sempre ligada a artes e cultura. Apaixonada sobretudo pela educação da criança, adolescente, jovem e mulher. Cria em 1977 o núcleo infanto-juvenil Escolinha Vamos Brincar no bairro de aeroporto. É poeta e escritora.

 

Josefa Fache nasceu em Maputo. É designer têxtil em tecelagem e tapeçaria. Tem vindo a participar em ateliers e laboratórios da artes têxteis em formação, com técnicos brasileiros, na Mozarte, num projeto de formação de formadores para jovens com talentos, financiado pelo UNESCO.

Participou em várias exposições, dentro e fora do país.

 

Boaventura  Machavel é técnico superior em artes visuais. É designer têxtil, cenógrafo, figurinista e artista plástico. Licenciado em Artes e Cultura no ISArC. Participou em formações na Dinamarca, África do Sul, Zimbabwe e Estados Unidos da América. Figurinista em filmes moçambicanos de curta e longa metragem.

Par mais informação, por favor contactar:

Mariana Campos

Camões - Centro Cultural Português em Maputo

tel.: (+258) 21 493892

e-mail: mariana.campos@mne.pt

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail