Embaixada de Portugal em Moçambique

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Conversa com Félix Mula, Gemuce e Rafael Mouzinho no âmbito da exposição individual de Félix Mula – “Idas e Voltas” 18 agosto | 17h00 Camões – Centro Cultural Português em Maputo

CartazFelixConversa2017

No âmbito da exposição  Idas e Voltas, o Camões – Centro Cultural Português em Maputo promove uma conversa entre os artistas Félix Mula, Gemuce e Rafael Mouzinho que terá lugar dia 18 de agosto, às 17h00.

 

O processo criativo de Félix Mula é o ponto de partida desta conversa, através da qual se pretende partilhar encontros, histórias e percursos relevantes para o desenvolvimento do projeto que Félix Mula desenvolve desde 2010.

Idas e Voltas é uma etapa nesse processo em que as memórias de infância e da família, em particular o pai, ganham particular relevo. Na entrevista concedida a Rafael Mouzinho para a exposição Idas e Voltas, apresentada no Museu Berardo (Lisboa), no âmbito do Prémio NOVO BANCO Photo 2016, do qual o artista foi vencedor, Félix Mula explica a importância do seu pai no trabalho que realiza sobre a memória: “O meu pai introduz-me a várias histórias de família e sobre sua terra natal. Mas sobretudo introduz-me na fotografia e, mais tarde – apercebendo-se da minha maturidade -, valoriza a questão de me passar histórias sobre a sua saída da terra natal e chegada a Maputo, e do seu primeiro emprego na família Lee.”

Na véspera do Dia Mundial da Fotografia, iremos abordar possíveis relações da fotografia com a memória, numa conversa em que participam também Rafael Mouzinho, que tem trabalhado de perto com Félix Mula ao longo dos últimos anos, e Gemuce, que foi membro do júri de seleção dos três finalistas do Prémio Novo Banco Photo 2016 e participou, como artista, em várias exposições com Félix Mula. 

Idas e Voltas estará patente no Camões – Centro Cultural Português em Maputo entre 16 de agosto e 13 de outubro, de segunda a sexta-feira, das 11h00 às 18h00.

A exposição conta com o apoio das Páginas Amarelas.

Nota Biográfica:

Félix Mula (Maputo, 1979). Aos treze anos de idade aprende a fotografar com o seu pai, fotógrafo de estúdio. Frequenta a Escola Nacional de Artes Visuais e o Centro de Documentação e Formação Fotográfica, em Maputo, antes de ingressar na Escola Superior de Artes da Ilha de Reunião. É artista plástico e também docente, desde 2012, no Instituto Superior de Artes e Cultura, em Maputo. O seu trabalho ocorre no cruzamento da fotografia, da instalação, e das experiências vividas. Participou em múltiplas exposições e residências artísticas em Moçambique e no estrangeiro.

Gemuce (Quelimane em 1963). Obteve em 1980 uma Licenciatura em Belas Artes no Instituto de Belas Artes de Kiev, Ucrânia. Em 1993 fez um Mestrado em Pintura de Murais na Academia de Belas Artes de Kiev e, em 2001, fez um Mestrado em Conceção, Decisão e Gestão de Projetos Culturais na Universidade FCP3 Sorbonne Nouvelle, em França. Gemuce foi docente na Escola de Artes Visuais (ENAV) e no Instituto Superior de Arte e Cultura (ISArC), em Maputo. Tem obras representadas em várias coleções particulares e públicas, nacionais e estrangeiras. Atualmente, concilia o trabalho de artista com a direção da agência Arte d’Gema, em Maputo.

Rafael Mouzinho (Maputo, 1979). Fez o curso de cerâmica na Escola de Artes Visuais em Maputo entre 1999 e 2005. Mais tarde, entre 2009 e 2012, concluiu a Licenciatura em Artes Visuais no Instituto Superior de Artes e Cultura em Maputo, onde atualmente é docente. Tem conciliado atividades de artista plástico, de curadoria e escrita. Atualmente, é também curador-assistente na Coleção de Arte da Direção de Cultura da Universidade Eduardo Mondlane.

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail