Embaixada de Portugal em Moçambique

Ministério dos Negócios Estrangeiros

PEÇA DE TEATRO "NÓS MATÁMOS O CÃO TINHOSO" | 23 E 24 DE JUNHO | TEATRO GIL VICENTE E TEATRO AVENIDA

Apresentação da peça “Nós Matámos o Cão Tinhoso”

Companhia João Garcia Miguel

23 de junho | 19h30 | Teatro Gil Vicente

24 de Junho | 19h30 | Teatro Avenida

 

A peça “Nós Matámos o Cão Tinhoso”, da Companhia João Garcia Miguel (Cia JGM), vai ser apresentada no Festival Internacional Teatro de Inverno (FITI) em Maputo, dias 23 e 24 de Junho, às 19h30, no Teatro Gil Vicente e no Teatro Avenida, respetivamente.

“Nós Matámos o Cão Tinhoso” é uma peça inspirada no livro homónimo do autor moçambicano Luís Bernardo Honwana. Escrito em 1964, este livro é considerado um projeto literário primordial da literatura moçambicana moderna. Apesar das várias situações e emoções de incompreensão, injustiça social, alienação/desalienação de sonho e realidade, as “estruturas sociais violentas” conseguem envolver e mover o leitor numa energia afetiva, pela sua extraordinária capacidade de persuasão.

Fundada há 15 anos, em 2002, a Companhia João Garcia Miguel é uma companhia de criação artística contemporânea que pesquisa o desenvolvimento artístico e criativo em artes performativas, exploradas no teatro. No percurso da companhia, a busca de uma diferença, uma singularidade, acompanham cada nova criação. As suas criações foram por várias vezes distinguidas e premiadas, sendo a mais recente em 2014 com o Prémio SPA para o Melhor Espetáculo de Teatro, com a peça Yerma. A Cia JGM é uma estrutura financiada pelo Governo de Portugal, pela Secretaria de Estado da Cultura e pela Direção Geral das Artes.

A deslocação da Cia JGM a Moçambique para participar no Festival de Teatro de Inverno conta com o apoio do Camões – Centro Cultural Português em Maputo e da Fundação Calouste Gulbenkian, este último atribuído no âmbito do concurso para apoio à Internacionalização em Teatro.

Ficha Técnica e Artística da Peça “Nós Matámos o Cão Tinhoso”:

Textos Originais Nós Matámos o Cão Tinhoso e O Inventário de Imóveis e Jacentes, de Luís Bernardo Honwana | Direção e Encenação João Garcia Miguel | Interpretação e co-criação: Sara Ribeiro e António Pedro Lima | Música: Ricardo Martins e Joana Guerra

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail