Embaixada de Portugal em Moçambique

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Declaração da União Europeia na sequência do assassinato do Prof. Gilles Cistac

Bandeira UE

 

A Delegação da União Europeia emite a seguinte Declaração, de acordo com os Chefes de Missão da União Europeia em Moçambique

 

Os Chefes de Missão da União Europeia estão profundamente consternados com o brutal assassinato do cidadão franco-moçambicano Gilles Cistac a 3 de Março em Maputo. Transmitimos à sua família o nosso sentido pesar.

O Professor Gilles Cistac era um reputado jurista e académico que contribuiu para importantes debates jurídicos em Moçambique nas últimas duas décadas.

Este assassinato é um ataque à liberdade de expressão. A União Europeia exorta as autoridades e todos os cidadãos a usarem o diálogo e meios pacíficos no discurso político. Apenas uma sociedade democrática em que o pluralismo de opiniões é não apenas respeitado mas também encorajado e em que todos os cidadãos podem expressar-se livremente e sem receio de violência política pode trazer paz e prosperidade ao povo moçambicano.

A União Europeia apoia o apelo do Presidente Nyusi a uma investigação imediata e completa, para que os perpetradores deste horrível acto sejam julgados já que num Estado de Direito não pode haver lugar à impunidade.

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail