Embaixada de Portugal em Moçambique

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Mensagem de Boas Vindas

02

No dia em que apresentei credenciais a Sua Excelência o Presidente da República de Moçambique Filipe Jacinto Nyusi e assim inicio oficialmente funções como Embaixadora de Portugal em Moçambique é com muito gosto que vos dou as boas-vindas a este espaço que se pretende seja de informação e de divulgação sobre Portugal, mas também de aproximação entre o nosso país e Moçambique.

Neste início do século XXI, a Internet tornou-se um veículo indispensável de comunicação e de aproximação de todos/as aqueles/as que se encontram separados pela distância.

Este sítio que se deseja seja interactivo e por isso aberto às vossas contribuições é também o espaço para a divulgação das actividades e iniciativas de promoção de Portugal levadas a cabo por esta Embaixada, nomeadamente as do Centro Cultural Português, as da Cooperação Portuguesa e do Centro de Negócios da AICEP. Estarão também disponíveis outros elementos de informação relativos aos vários setores em que se desenvolvem as excelentes e diversificadas relações bilaterais entre os dois países, com o objectivo que, creio poder afirmar ser partilhado, de podermos ter mais comércio, mais investimento, mais turismo, mais cultura entre os nossos países.

Por último, podem ainda encontrar os principais links institucionais e económicos que poderão facultar elementos adicionais de consulta e assim contribuir para um melhor conhecimento recíproco dos dois países e laços mais profundos entre os seus cidadãos.

Espero assim que este seja um espaço facilitador nos vossos contactos com os serviços desta Embaixada e com os vários organismos da Administração Pública em Portugal.

Mª Amélia Paiva

Embaixadora de Portugal em Maputo

12 de Outubro de 2016

Ver fotografias da Cerimónia de Apresentação de Cartas Credenciais: 01   02   03    04

 

Vote
 

CAMÕES - CCP MAPUTO HOMENAGEIA O ESCRITOR GONÇALO M TAVARES | 26 MARÇO | 17H00

CartazEscritorMêsGonçaloMTavares

No âmbito da iniciativa Escritor do Mês, o Camões – Centro Cultural Português em Maputo dedica o mês de março ao premiado escritor português Gonçalo M. Tavares.

Com o objetivo de aprofundar o conhecimento do trabalho do autor, terá lugar no próximo dia 26 de março, às 17h00, uma sessão intitulada “O Oficio da Literatura”, moderada pelo académico Mário Forjaz Secca, na Biblioteca do Camões - Centro Cultural Português.  A sessão contará também com a leitura de excertos das obras O Senhor Valery, Jerusalém e Uma Viagem à Índia.

Sessão gratuita e aberta ao público.


Notas Biográficas:

Gonçalo M. Tavares nasceu em 1970. Desde 2001 publicou livros em diferentes géneros literários e está a ser traduzido em mais de 50 países. Os seus livros receberam vários prémios em Portugal e no estrangeiro. Com Aprender a rezar na Era da Técnica recebeu o Prix du Meuilleur Livre Étranger 2010 (França), prémio atribuído antes a Robert Musil, Orhan Pamuk, John Updike, Philip Roth, Gabriel García Márquez, Salman Rushdie, Elias Canetti, entre outros. Alguns outros prémios internacionais: Prémio Portugal Telecom 2007 e 2011 (Brasil), Prémio Internazionale Trieste 2008 (Itália), Prémio Belgrado 2009 (Sérvia), Grand Prix Littéraire du Web – Culture 2010 (França), Prix Littéraire Européen 2011 (França). Foi também por diferentes vezes finalista do Prix Médicis e Prix Femina. Uma Viagem à Índia recebeu, entre outros, o Grande Prémio de Romance e Novela APE 2011. Os seus livros deram origem, em diferentes países, a peças de teatro, dança, peças radiofónicas, curtas-metragens e objetos de artes plásticas, dança, vídeos de arte, ópera, performances, projetos de arquitetura, teses académicas, etc.

 

Mário Forjaz Secca nasceu em 1957 em Moçambique, onde viveu até aos 17 anos, tendo aí aprendido a sonhar e sido contaminado pela Poesia. Foi de seguida para Inglaterra estudar Física, apesar de passar grande parte desse tempo imerso a ler e a escrever poesia. Ficou depois fascinado pela viagem, passando 8 meses em 1986 a dar a volta ao mundo sozinho. No final do périplo foi viver para Portugal onde passou muitos anos a ensinar na Universidade e a fazer investigação em imagem médica, particularmente sobre o cérebro. Atualmente trabalha em Imagem Médica no HCM e é Professor de Física Médica e Engenharia Biomédica no ISTEM. Publicou em 2015 o livro de poesia "A Criação da Memória", com a chancela da Chiado Books.

Ciclone Idai - Conselhos aos viajantes

Na sequência do Ciclone Idai que atingiu a 14 de março, de forma  muita intensa, as Províncias de Sofala, Manica e da Zambézia, mantêm-se grandes dificuldades de comunicação em várias zonas, nomeadamente na cidade da Beira, bem como  em transitar nas vias de circulação devido nomeadamente à queda de postes e árvores.

Embora o Consulado geral na Beira se encontre muito danificado devido ao Ciclone IDAI, não dispondo nem de comunicações nem de eletricidade, o Sr. Cônsul Geral de Portugal na Beira e a equipa do Consulado Geral encontram-se naquelas instalações consulares onde poderão atender, em caso de necessidade, os cidadãos portugueses. 

Face à manutenção do risco de fortes precipitações nos próximos dias e ao volume crescente do nível das águas em diferentes barragens das regiões afetadas em Moçambique e países vizinhos pela passagem do Ciclone Idai, não é de excluir que se venham a verificar descargas das mesmas, como forma de evitar o seu colapso com consequências muito mais gravosas.

As populações das regiões mais afetadas devem por isso estar atentas às indicações que venham a ser dadas pelas autoridades para, dentro do possível, salvaguardar seus bens e vidas pessoais.

Finalmente, aconselha-se a todos os que pretendem viajar nesses locais que tenham nomeadamente em conta as seguintes medidas de precaução:

-  Acompanhem o evoluir da situação através dos órgãos oficiais e comunicação social;
- Evitem circular e permanecer em zonas ribeirinhas ou no perímetro das bacias hidrográficas;
- Circulem somente nas estradas que não representem qualquer perigo à circulação;

- Tomem as necessárias precauções de prevenção de doenças;
- Estacionem em locais protegidos e resguardados de objetos que possam constituir perigo físico (árvores, postes elétricos, torres e outros);
- Evitem a travessia de leitos de rio;
- Devem obedecer às instruções das autoridades competentes.

Contactos

Av. Julius Nyerere, nº 720 / 730
4696 – 00110 - Maputo

(00258) 214 903 16 / 19 / 22
maputo@mne.pt

Mais informação

Apoio às vítimas dos incêndios - Fundo Revita

Para mais informações clique aqui para ver

Ligações úteis

Botão Centro Pedido Vistos

Guia do Cidadão Português

Botão Portal Diplomático

Orçamento Participativo Portugal

Espaço Portugal Moçambique

EMP logo

Logotipo AICEP - Portugal Global

Logotipo Turismo de Portugal

Websummit

Logotipo Portal das Comunidades Portuguesas

Conselhos aos viajantes

Registo Viajante

Logotipo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua

Lisboa Capital Iberoamericana da Cultura

Igualdede de Género

Diário da República

Instituto Diplomático

Logotipo Carreiras Internacionais

Logotipo Portugal Economy Probe

Portugal 30 anos na União Europeia

PORDATA