Embaixada de Portugal em Moçambique

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Mensagem de Boas Vindas

02

No dia em que apresentei credenciais a Sua Excelência o Presidente da República de Moçambique Filipe Jacinto Nyusi e assim inicio oficialmente funções como Embaixadora de Portugal em Moçambique é com muito gosto que vos dou as boas-vindas a este espaço que se pretende seja de informação e de divulgação sobre Portugal, mas também de aproximação entre o nosso país e Moçambique.

Neste início do século XXI, a Internet tornou-se um veículo indispensável de comunicação e de aproximação de todos/as aqueles/as que se encontram separados pela distância.

Este sítio que se deseja seja interactivo e por isso aberto às vossas contribuições é também o espaço para a divulgação das actividades e iniciativas de promoção de Portugal levadas a cabo por esta Embaixada, nomeadamente as do Centro Cultural Português, as da Cooperação Portuguesa e do Centro de Negócios da AICEP. Estarão também disponíveis outros elementos de informação relativos aos vários setores em que se desenvolvem as excelentes e diversificadas relações bilaterais entre os dois países, com o objectivo que, creio poder afirmar ser partilhado, de podermos ter mais comércio, mais investimento, mais turismo, mais cultura entre os nossos países.

Por último, podem ainda encontrar os principais links institucionais e económicos que poderão facultar elementos adicionais de consulta e assim contribuir para um melhor conhecimento recíproco dos dois países e laços mais profundos entre os seus cidadãos.

Espero assim que este seja um espaço facilitador nos vossos contactos com os serviços desta Embaixada e com os vários organismos da Administração Pública em Portugal.

Mª Amélia Paiva

Embaixadora de Portugal em Maputo

12 de Outubro de 2016

Ver fotografias da Cerimónia de Apresentação de Cartas Credenciais: 01   02   03    04


 

OBRIGATORIEDADE DE APRESENTAÇÃO DE COMPROVATIVO DE VACINAÇÃO CONTRA A FEBRE AMARELA A PASSAGEIROS PROVENIENTES, QUE TENHAM EFETUADO ESCALA OU TIDO PASSAGEM POR ANGOLA

COMUNICADO À COMUNIDADE PORTUGUESA

Caros Compatriotas,

1.     Fomos alertados que devido ao surto de febre amarela registado em Angola, as autoridades sanitárias do Aeroporto de Mavalane em Maputo declararam como  obrigatório que todos os passageiros provenientes, que tenham efetuado escala ou passagem por Angola, apresentem o cartão de vacina da febre amarela, devidamente atualizada.

2.     Esta exigência não é  recente e informação já há algum tempo consta no Portal das Comunidades Portuguesas - Conselhos Viajantes  https://www.portaldascomunidades.mne.pt/pt/conselhos-aos-viajantes/m/238-mz, como abaixo se transcreve:

“Moçambique é considerado um país sem risco de propagação de febre-amarela pela Organização Mundial da Saúde. Contudo, as autoridades moçambicanas determinaram a obrigatoriedade de apresentação na fronteira de comprovativo de vacinação contra a febre-amarela aos viajantes que pretendam entrar em Moçambique provenientes de 43 países (ou que tenham estado em trânsito em Aeroportos localizados nesses países), na sua grande maioria africanos, onde constam também o Brasil, Angola, Guiné-Bissau e São Tomé e Príncipe. Os cidadãos moçambicanos que se desloquem a algum daqueles países também estão abrangidos. Caso o viajante não apresente o certificado de vacinação deverá ser vacinado no posto de entrada, mediante o pagamento de aproximadamente 40 euros.”

3.     Contactada a Direção Nacional de Saúde Pública, confirmou-se a obrigatoriedade e a intenção de aplicação sistemática, pelo que recomenda-se, para evitar eventuais constrangimentos, que seja devidamente acautelada, mesmo previamente a iniciar qualquer viagem que tenha estada, paragem ou escala em Angola, a vacinação contra a febre amarela.

4.     Vacina poderá ser ministrada no Centro de Exames Médicos, sito na Av. de Maguiguana, 210 em Maputo, telefone 21 302626  email cem.cidade@tvcabo.co.mz , bem como nas clínicas privadas, nomeadamente Hospital Privado.

Dança Contemporânea - João dos Santos Martins e Cyriaque Villemaux em Maputo

João Martins

O Camões – Centro Cultural Português em Maputo e o Centro Cultural Franco- Moçambicano têm o prazer de informar que os bailarinos e coreógrafos João dos Santos Martins (Portugal) e Cyriaque Villemaux (França) estarão em Maputo para a apresentação de três eventos – uma performance/instalação, um workshop e o espetáculo Autointitulado.

No dia 23 de março, às 18h00, no Camões – Centro Cultural Português em Maputo, terá lugar a performance/conferência/instalação Dança da Crise ou Talvez ele pudesse pensar primeiro e dançar depois ou Como fazer coisas sem dança ou Oldschool#40 de e com João dos Santos Martins, após um convite de Susana Pomba, com coreografia de Cyriaque Villemaux.

Contactos

Av. Julius Nyerere, nº 720 / 730
4696 – 00110 - Maputo

(00258) 214 903 16 / 19 / 22
maputo@mne.pt

Mais informação

Ligações úteis

Lisboa Capital Iberoamericana da Cultura

Diário da República

Portugal 30 anos na União Europeia

Igualdede de Género

Logotipo Portal das Comunidades Portuguesas

Conselhos aos viajantes

Logotipo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua

Logotipo Turismo de Portugal

Websummit

Logotipo AICEP - Portugal Global

EMP logo

IDI

PORDATA

Logotipo Portugal Economy Probe

Logotipo Carreiras Internacionais